Para que serve uma cabine de pintura automotiva com estufa?

/, Curiosidades, Tecnologia/Para que serve uma cabine de pintura automotiva com estufa?

Para que serve uma cabine de pintura automotiva com estufa?

Para que serve uma cabine de pintura automotiva com estufa?

1- Descontaminação do ar

A cabine de puntura possui um sistema exaustão que troca o ar contaminado, com excesso de tinta pulverizada e outras partículas, por ar descontaminado, livre de partículas e mantém o ambiente interno na temperatura de 20ºC, ideal para pintura.

2- Secagem rápida em estufa

A secagem em estufa acelera o processo de cura do material evitando a possibilidade de contaminação da pintura, a secagem é realizada em 30 minutos à temperatura de 60ºC.

Existem também, vernizes especiais, que necessitam de temperaturas superiores a 60ºC para estabilizarem seus componentes, estes vernizes possuem propriedades como anti-risco, anti-aderente e alta resistência a intempéries e materiais ácidos (chuva ácida, poluição, fezes de animais).

Obs. A secagem sem estufa pode demorar até 24 horas, sendo 15 minutos dentro da cabine para não contaminar pintura e no mínimo 6 horas a 20ºC em ambiente fechado.

3- Etapas da pintura automotiva em cabine com estufa

  1. Preparação e limpeza das peças com solução desengraxante e pano pega pó para eliminar toda a poeira e resíduos.
  2. Aplicação da tinta 2 a 3 passadas (PU, Polieste, Tricode).
  3. Aplicação do verniz 2 a 3 passadas.
  4. Intervalo entre passadas de 5 a 10 minutos.
  5. Secagem em estufa de 15 a 30 minutos a 60ºC.
  6. Resfriamento de 1 hora para serviço (polimento).

4- Tipos de tintas automotivas

  • Pintura Sólida – Tinta PU (Esmalte Acrílico Poliuretano)
    • Produto a base de resina acrílica hidroxilada de alta resistência a intempérie e a produtos químicos. Possui excelente rendimento, cobertura e alto brilho.
    • É o tipo de pintura mais básico e está disponível em uma grande parte dos veículos. Esse tipo de pintura contém pigmentos de cor e usualmente estão disponíveis nas cores vermelha e preto. As tintas utilizadas para pintura sólida contêm poliéster ou então poliuretano em suas fórmulas, a única diferença entre essas substâncias é que o poliéster precisa de aplicação de verniz, o que não ocorre no poliuretano. A pintura sólida, por ser mais simples, fácil e barata de ser realizada, não modifica em nenhum aspecto o valor final do veículo a ser adquirido.
  • Pintura metálica – Tinta Poliéster
    • Produto a base de resina poliéster, pronta para uso, dispensa diluição. Indicado para pintura gerais, parciais e retoques da pintura original de todos os veículos automotivos nacionais e importados (cores metálicas, perolizadas e sólidas).
    • Esse tipo de pintura possui base de alumínio que é a principal diferença em relação à pintura sólida. De acordo com profissionais a pintura metálica reflete com mais precisão e qualidade a luz sobre a carroceria, em termos gerais, parece que ela abraça melhor o carro e sua lataria.
  • Pintura perolizada – Tinta Tri-coat  (Tinta poliuretano tri-componente)
    • Tintas Tri-coat, também conhecidas como três estágios de tintas ou casacos de pérola, são as cores da pintura de automóveis obtidas através da aplicação de três camadas diferentes. Estas três camadas são chamadas de revestimento de base, camada intermediária (ou pearlcoat) e de camada transparente.
    • Nesse tipo de pintura, as carrocerias refletem os raios solares e luzes de maneira diferente, o que muda nesse caso é que a base desse tipo de tinta é feita a partir de uma substância chamada mica, que nada mais é do que pérola tratada. Essa pintura causa a impressão de que os automóveis foram pintados em três cores diferentes dependendo do tipo de exposição solar ou então dos feixes de luz que estão recebendo.
  • Outros tipos de pinturas
    • Existem ainda outros tipos de pinturas que não vem de fábrica com os carros, ou seja, são realizadas em oficinas de pintura e ficam realmente bonitas, como por exemplo a pintura candy e flake. Nesse tipo de pintura uma tinta semi transparente é utilizada com a finalidade criar resultados intensos, deve-se combinar a tinta junto à base prata brilhante. Essa pintura causa efeitos de profundidade, e também um brilho metálico incrível que pode ser potencializado através de luzes e raios solares. É um tipo de pintura que realmente chama atenção por onde passa.

5- Tipos de vernizes automotivos

O verniz é a última camada da pintura e serve para proteger a tinta base assegurando que ela permaneça bem fixada à lataria. Sem ele, a tinta base fica mais fragilizada e propensa a descolar.

  • Verniz acrílico
    • É um verniz monocomponente, de baixo sólidos, secagem rápida e resistências bastante limitadas. É muito utilizado para reparos rápidos, porém, seu uso é bastante questionável, devido à perda intensa do brilho, da propriedade de “rechupar” após dias da aplicação e limitação da resistência.
  • Verniz poliuretano (brilhante e Fosco)
    • Este é um bicomponente, onde a secagem irá ocorrer através de uma reação química (verniz + catalizador), portanto, um pouco mais demorada que a secagem do acrílico; sua resistência também é maior, assim, a perda do brilho e ataque dos combustíveis é bem menor que no acrílico.
  • Verniz poliuretano alto sólidos (brilhante e Fosco)
    • O teor de sólidos é bastante superior aos outros dois tipos. Também é um verniz bicomponente e, devido seu altíssimo teor de sólidos, possui alta resistência química, mecânica e ao intemperismo, além de solidez ao brilho por pelo menos cinco anos (se for corretamente preparado).
  • Verniz poliuretano alto sólidos resistente a riscos
    • Foi o primeiro verniz a usar tecnologia resistente à abrasão para atingir níveis nunca antes alcançados de resistência à riscos, abrasão e ataque ácido. Esta tecnologia patenteada cria uma superfície dura, parecida com cerâmica, que proporciona resistência superior a danos causados pelo uso do dia-a-dia, lavagens de carro e danos causados pelo ambiente, como chuva ácida e seiva de árvore.

6- Tipos de primers automotivos

O primer automotivo é utilizado para realizar o fundo preparador das peças a serem pintadas, é ele quem faz a tinta fixar e não descascar com o tempo permitindo realizar artes em peças de plástico, metal, aço entre outra superfícies.

  • Wash Primer
    • O Wash primer é utilizado como um isolante do metal protegendo a chapa da oxidação para que não ocorra o ferrugem da peça.
    • Após a aplicação do wash primer, a peça receber o primer universal ou o primer pu como um fundo preparador.
  • Primer Universal
    • Primer universal é um fundo que serve para fazer a preparação da peça e aplicar a tinta base por cima dando a aderência correta.
    • Para sua aplicação, é necessário que a peça esteja toda lixada e limpa, sem a presença de tinta.
  • Primer PU (Poliuretanto)
    • O primer PU ou Poliuretano, assim como o primer universal, é utilizado na preparação de superfícies, promovendo aderência e deixando um bom acabamento para a pintura da peça.
    • Sua principal vantagem é que não necessário remover certos tipos tintas da peças, facilitando a repintagem ou personalização de pinturas.

7- Principais fabricantes de primers, tintas e vernizes automotivos.

By | 2017-12-19T18:32:32+00:00 dezembro 19th, 2017|Categories: Blog BOX3, Curiosidades, Tecnologia|0 Comentários